quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Os maiores pregadores do Brasil


“Porque muitos há, dos quais muitas vezes vos disse, e agora também digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo,
Cujo fim é a perdição; cujo Deus é o ventre, e cuja glória é para confusão deles, que só pensam nas coisas terrenas.
Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo,
Que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas.”

Filipenses 3:18-21

Nesta semana eu estava dando uma olhadinha no youtube e acabei me deparando com alguns vídeos que trazem títulos do tipo O maior pregador do Brasil, O maior pregador do mundo, Os cinco maiores pregadores do Brasil, e coisas do tipo.
O que mais chamou a minha atenção é que todos eles pregavam  de forma parecida, utilizando as mesmas técnicas.  Todos eles imitam os mesmos pregadores, geralmente nomes que já pregaram várias vezes no GMUH em Camboriú. 
Não tenho nada contra esse evento, na verdade até tenho vontade de conhecer mais de perto devido conversas que tive com conhecidos que já participaram. 
O que me incomoda é a supervalorização que é dada para esse estilo de pregação. Não existe originalidade, não existe simplicidade, não existe edificação do povo de Deus. 
Existe apenas o apelo emocional com técnicas manjadas, técnicas  que qualquer estudante de oratória conhece e sabe empregar. São muitos elogios e promessas de reconhecimento e valorização "dos homens", e que seus inimigos se arrependerão (apelo à vaidade e incentivo ao ódio). Um coração carente e desprezado cai muito fácil nesse tipo de cilada. 
É só vitória, vitória e vitória, como se os primeiros cristãos não tivessem perdido e sofrido muito pelo evangelho. Eles viveram como peregrinos e estrangeiros nessa terra e não como reis que tiveram todos os seus desejos saciados. 
Nessas pregações geralmente há um apelo muito grande em relação ao batismo com o Espírito Santo . Não se prega o verdadeiro propósito desse batismo, simplesmente  depois das promessa vazias é feita a oração com uma música bem emotiva de fundo, e o “pregador” convida as pessoas para irem à frente e falarem em línguas estranhas.
O povo carente continua caindo nessa conversa fiada!
Isso não é avivamento!
Todo avivamento se inicia com a pregação da Palavra de Deus e com arrependimento.
 Deus quer derramar cada vez mais do seu Espírito e espera que o povo se arrependa de seus pecados, que volte às origens, à simplicidade do evangelho, que voltem a ter o céu como verdadeiro alvo e que deixem  Deus controlar cada vez mais as suas vidas.
A Bíblia tem muitos ensinamentos preciosos que são ignorados por esses charlatães.
Se você tem um verdadeiro propósito de servir a Deus, então vá ler a Bíblia, medite em seus ensinos e procure ouvir pregações que realmente trazem edificação e mudança de vida. É muito melhor do que se emocionar por alguns minutos e voltar para casa com um coração vazio da Palavra de Deus.























Nenhum comentário:

Postar um comentário