sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Esperando a Rebeca

Existe no meio evangélico a seguinte expressão "estou esperando em Deus" e tem também a "Deus vai preparar a sua Rebeca". Ambas referem-se à vida sentimental, querem dizer que Deus está preparando uma pessoa para o cristão que está solteiro se casar. Não nego que tudo devemos a Deus, precisamos ser gratos por todas as coisas boas que Ele nos dá, até porque não merecemos, tudo recebemos exclusivamente pela bondade D'ele.
Essas frases que todo mundo fica falando e repetindo por aí são um grande sinal de alienação, ao invés de gerar reflexão apenas deixam as pessoas ainda mais alienadas e com preguiça de pensar.
Se o manual e regra de fé e conduta do cristão é a bíblia, então ela deve ser compreendida e não receber todo o tipo de interpretação equivocada. Sobre o casamento o Novo Testamento é bem direto, Jesus disse "quem puder receber isso receba" falando de celibato. Nas epístolas encontramos o Apóstolo Paulo escrevendo aos Coríntios "Quem não puder se conter que se case" e "não temos nós o direito de levar conosco uma esposa crente como os demais apóstolos...". Não há no NT muito sentimentalismo em cima desse assunto, nem fórmula mágica. São coisas que o homem é quem deve resolver. Deus abençoa sim, mas isso não quer dizer que não somos nós quem escolhemos com quem vamos casar.
O grande problema é que muitos jovens cristãos se apegam ao salmo 40 que fala sobre paciência e acham que tem que ficar esperando, esperando e esperando. Muitos na indecisão, ficam pedindo confirmações absurdas para ter a certeza de que a pessoa  de interesse foi enviada por Deus, a verdade é que o crente precisa parar de ser indeciso, ou você quer ou você não quer. A história de Isaque e Rebeca foi um caso particular, ele precisava casar com alguém de sua família e o servo de Abraão foi enviado com essa missão especial e única. Em momento nenhum a bíblia ensina que devemos ficar pedindo confirmações antes de escolher alguém para casar.
É claro que cada um tem o direito de fazer o que quiser, e Deus pode sim dar uma confirmação, sei que isso ocorre. Mas o problema está no exagero, no fanatismo. Deus não é obrigado a confirmar nada, nem você é obrigado a casar com ninguém.
Tem muito jovem cristão que sofre com a solidão por essas besteiras. O Evangelho liberta, e não escraviza a comportamentos idiotas e alienantes. O jovem crente deveria idealizar menos e começar a aproveitar melhor as oportunidades que Deus dá, conhecendo pessoas e se deixando conhecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário